sexta-feira, 18 de março de 2011

Futebol

Copa COE 2011: todos contra o bi


Se o bom dos campeonatos de futebol amador é a alta dose de rivalidade, tradição e história, a Copa COE 2011 promete e muito. Tanto que antes de a bola rolar neste sábado (19), os bastidores das equipes participantes já fervilhavam com a briga pelos reforços. Tudo isso porque o título da competição pode significar o bi campeonato para as equipes favoritas, como o Clube de Campo Pouso Alegre, o Flamina, a Ponte Preta ou o Cantareira e consequentemente, a hegemonia.

Para impedir uma nova conquista dessas equipes, os demais participantes do maior torneio de futebol amador do interior de Minas Gerais, não mediram esforços para qualificar seus elencos. Muitos diretores foram às cidades vizinhas de Pouso Alegre e até mesmo ao interior de São Paulo atrás de atletas, tudo para brigar pelo tão sonhado título da competição que é disputada no bairro São João e que se tornou a mais tradicional da cidade e região.

Azarões

Uma das equipes que mais se reforçaram para a disputa este ano foi o Andorinha, de Ipuíuna. Para não ficar no quase, igual em 2010, quando foi eliminado nas quartas de final, a equipe da Terra da Batata terá até campeão mundial em seu elenco. Índio, lateral-direito campeão do Mundial de Clubes da FIFA com o Corinthians em 2000, assinou com o Andorinha e é a esperança da equipe que disputa a competição pela quarta vez.

Quem não ficou atrás e promete incomodar os favoritos é a Ice Bom. Terceira colocada em 2008, a equipe vai contar com grandes reforços este ano. Os irmãos Casinha e Edson vão defender a Ice Bom na Copa COE e a expectativa é grande, pois além da dupla, a equipe terá a ajuda da Família Jacaré, com Adriano no banco, comandando a equipe, e Vla jogando na frente ao lado do artilheiro Casinha.

Eliminada na semifinal em 2010, a equipe de Ouro Fino vem para este ano com o mesmo elenco, inclusive o artilheiro Piá e o meia Alexandre, ex-Ipatinga e Guarani de Pouso Alegre. A dupla espera conquistar o título este ano, pensamento semelhante ao dos jogadores do seu algoz, o Algodão. A equipe da zona rural de Pouso Alegre, que na última edição eliminou Ouro Fino na semifinal, também manteve sua base, com destaque para o meia Zóio. Cobiçado por muitos clubes o jogador vai disputar pelo segundo ano seguido a Copa COE pelo Algodão.

Jogos

Serão 63 jogos em seis meses de competição. A fórmula de disputa da Copa COE 2011 é semelhante a do ano passado, quando as 32 equipes foram divididas em oito grupos. Dois times de cada chave garantem vaga nas oitavas de final e daí em diante disputam duelos de mata-mata até a grande decisão, que está prevista para acontecer no dia 7 de agosto. A única novidade na edição deste ano é em relação ao número de rebaixados. Agora irão cair as quatro piores equipes na classificação geral e não mais duas.

Os primeiros jogos do torneio de futebol amador serão disputados neste sábado (19). Às 15 horas jogam Clube de Campo Pouso Alegre e Milan. Logo depois, às 17 horas, é a vez de Flamengo e Cantareira disputarem o clássico do bairro São João, no estádio municipal Capitão Nelson Massafera. No outro dia, domingo (2), jogam às 15 horas, Ponte Preta e Plastfilm e Portuguesa e Flamina, às 17 horas.

Análise dos grupos

Grupo A


Considerado o “grupo da morte”, a chave C tem duas equipes que já foram campeãs da Copa COE: CCPA e Cantareira. Favoritos ao título deste ano novamente, ambos não mediram esforços para brigarem pelo bi campeonato. O Clube de Campo trouxe dois grandes atletas, o volante Dú, que ano passado disputou a competição pelo Flamina e já defendeu as cores do PAFC e Marco Aurélio, meia que defendeu o Andorinha FC e o EC Sul Minas. Já o Cantareira, que tem no banco Pio Erley, terá muitas novidades, como os irmãos Kamachi , o zagueiro Willian e o atacante Galego, que defende o Fluminense de Araguari no Módulo II do Campeonato Mineiro.

Grupo B

Com três equipes do bairro São João na chave – mais o Flamina –, o grupo B é um dos mais equilibrados da Copa COE. A Ponte Preta, equipe vice em 2007 e campeã em 2008, nunca foi eliminada na primeira fase da competição e isso deve continuar acontecendo este ano. Com o reforço do meia Ayran, revelação do futebol pousoalegrense, a Macaquinha vai em busca do bi novamente. Plastfilm e Portuguesa depositam suas esperanças em seus atacantes, Gal e Andrinho, respectivamente. Já o Flamina, campeão em 2009, não vai contar com seus melhores jogadores, mas isso não tira o favoritismo da equipe que aposta em sua categoria de base, campeã da última Copa COE Infantil.

Grupo C

Com a eliminação nas quartas de final da Copa COE em 2010, o Aliança ganhou o direito de ser cabeça de chave este ano. Participante de todas as edições, a equipe do bairro São João nunca chegou a uma semifinal. E para isso acontecer este ano, está difícil. Primeiro por causa dos adversários da fase inicial: Paineiras e Santos Imbuía devem disputar o torneio com jogadores jovens e de qualidade - cogita-se que a equipe da Paineiras será representada pelos atletas do RA Soccer. A outra equipe do grupo, o São Geraldo vem praticamente com os mesmos jogadores do ano passado. O time disputou muitos amistosos desde o final do último campeonato do bairro São João.

Grupo D

Quarto colocado em 2008, o Minas quer repetir a boa campanha daquele ano. Porém, o sorteio dos grupos não ajudou a equipe do bairro São João. AECO/Copasa, Sport São João e Estrela Azul se reforçaram para buscar ao menos uma das vagas para as oitavas de final. Com treinos toda semana, a equipe da Copasa tem nos pés do atacante Juninho, a esperança dos gols. O mesmo acontece com o Estrela Azul. Equipe do bairro São Cristóvão vai depender muito de um garoto de 16 anos, William, atacante que teve passagem pelas categorias de base do Red Bull, equipe de São Paulo. Já o Sport SJ, manteve a mesma base do último ano e deve ao menos incomodar seus adversários.

Grupo E

O duelo entre Ouro Fino e Napoli é um dos mais aguardados na primeira fase da Copa COE 2011. Campeã da Pré-Copa, repescagem para a fase de grupos da competição, a equipe do Napoli, formada por funcionários da Cimed, pode ser uma das surpresas nesta quinta edição do torneio. Enquanto isso, a expectativa é que Ouro Fino venha mais forte este ano. Com o artilheiro Piá e o meia Alexandre à frente, os “Meninos da Porteira” pretendem chegar a final. As demais equipes do grupo, Santos São João e Juventus não tem muitas novidades e vão manter a base da última edição. A única novidade é em relação ao time do bairro São João, que vai contar com ex-jogadores do Flamengo.

Grupo F

O sorteio dos grupos da Copa COE promoveu o reencontro da equipe do Andorinha com o atacante Casinha. O camisa 9 que em 2010 foi campeão com o CCPA, marcou um gol polêmico, que eliminou a equipe de Ipuíuna da competição. Este ano, o artilheiro vai defender a Ice Bom e espera buscar seu segundo título como atleta. E logo na primeira fase, sua equipe vai enfrentar o Andorinha, que tem como principal reforço o lateral Índio, ex-Corinthians. As outras equipes do grupo não devem incomodar. O Vila Nova perdeu sua dupla de zaga, Thales (que foi para o CCPA) e Dimitri. Já o Belo Horizonte, que realizou diversos amistosos, vai com o mesmo time do ano passado.

Grupo G

Pelo segundo ano seguido, o Algodão vai contar com a habilidade do meia Zóio. O jogador que era cobiçado por muitos times que vão disputar a Copa COE 2011, vai tentar ajudar sua equipe a conquistar o título. Se ano passado, o Algodão surpreendeu e ficou com o vice, este ano somente o primeiro lugar interessa para o jogador. Os adversários da primeira fase não devem dar trabalho ao time de Zóio, exceto o Guarani do bairro Chaves. A equipe que participou da Pré-Copa COE tem em seu elenco jogadores de Santa Rita do Sapucaí, dentre eles, o meia Bruninho, que defendeu o Pouso Alegre FC, na Segunda Divisão do Campeonato Mineiro em 2009.

Grupo H

CAPEA, Mandu, Pouso Alegre São Geraldo e Tijuca formam o último e um dos mais equilibrados grupos da Copa COE 2011. A CAPEA, que ano passado foi eliminada nas oitavas de final deve vir com o mesmo time. As novidades ficam por conta dos gêmeos William e Wellington que subiram da base da equipe do bairro Cidade Jardim e Baianinho, que na última edição do torneio defendeu o Andorinha e teve grande destaque. O Mandu, que garantiu vaga na fase de grupos após disputar a repescagem, tem bons nomes em seu elenco, caso do atacante Edson. A Tijuca tem baixas em seu elenco, mas deve suprir com alguns reforços no decorrer do torneio.

2 comentários:

Rick disse...

Muito boa essa reportagem da Copa COE, está de parabéns!

Troca de disse...

Valeu Carlos Manoel pelo grande apoio a copa coe.